Portugal
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Quase mil pessoas assinam petição “por um Choupal digno”

Quase mil pessoas já subscreveram uma petição pública lançada há uma semana (dia 21 de setembro) a exigir a reabilitação do campo de jogos e do circuito de manutenção da Mata Nacional do Choupal.
No documento, intitulado “Por um Choupal digno”, os subscritores expressam preocupação e descontentamento com o estado deplorável e de evidente abandono dos campos, das áreas de apoio e do circuito de manutenção”, refletindo uma “notória falta de investimento, manutenção e respeito por parte das autoridades competentes”.
“As instalações desportivas, encontram-se num estado visivelmente deteriorado. O pavimento encontra-se danificado, a vegetação invade as áreas de jogo, há estruturas em risco de colapso, saliências protuberantes enferrujadas e a sinalização está praticamente inexistente. Enfim, um atentado de insalubridade, risco à saúde pública, desmazelo, incúria e irresponsabilidade”, pode ler-se no documento.
Além disso – acrescentam –, “o circuito de manutenção está praticamente inutilizável devido à falta de manutenção. Trilhas obstruídas e falta de orientação representam um risco potencial para a segurança dos utilizadores”.
Dirigida à Câmara Municipal de Coimbra, ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e ao Instituto Português do Desporto e Juventude, a petição apela às entidades competentes que tomem medidas “imediatas e eficazes que achem adequadas”, de modo a garantir que estes espaços públicos sejam novamente utilizáveis e seguros para toda a comunidade”.
Os promotores da petição apresentam sugestões como uma inspeção completa das instalações por técnicos especializados; a manutenção regular e periódica para assegurar a durabilidade e segurança das instalações; a implementação de um sistema de sinalização “claro e informativo,” ; e a abertura de um canal de comunicação direta – entre a Câmara, ICNF, IPDJ e utilizadores – , “para interligar os diversos interesses de todos”.
A petição pública foi lançada por “Daniel” (nome fictício), autor da página “Tatonas”, que escreve regularmente nas redes sociais sobre a cidade de Coimbra.