Portugal
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Ataque com arma de fogo em Roterdão faz número indeterminado de mortos

Autoridades mobilizadas em Roterdão

Autoridades mobilizadas em Roterdão

BAS CZERWINSKI

Um homem de 32 anos foi detido, após os ataques, que se iniciaram numa casa e se prolongaram num hospital universitário. Autoridades não confirmaram ainda o número de vítimas

Várias pessoas morreram em Roterdão, nos Países Baixos, na tarde desta quinta-feira, na sequência de um ataque realizado por um homem armado, informaram as autoridades locais.

De acordo com o jornal “The Telegraph”, o suspeito, um homem de 32 anos, foi detido, após ter começado a disparar no interior de uma casa e de ter continuado o ataque numa sala de um centro médico próximo. O homem, descrito como “alto e de cabelo preto”, usava um uniforme de combatente e uma mochila e foi capturado pela polícia no heliporto do Centro Médico Erasmus.

A polícia ainda não adiantou o número de mortes resultantes dos disparos. Vídeos publicados online mostram a polícia a instruir os estudantes para que corressem para o exterior, à medida que equipas fortemente armadas chegavam ao local. Os agentes da polícia usavam coletes à prova de balas para entrarem no hospital. Algumas pessoas levantavam as mãos ao mesmo tempo que deixavam o edifício.

Também uma pessoa ficou ferida numa casa nas proximidades, de acordo com a polícia de Roterdão, que encontrou ainda um incêndio na residência. O fogo foi rapidamente extinto.

A polícia disse estar a investigar o possível envolvimento do homem detido em ambos os ataques.

Como observa o jornal “The Guardian”, Roterdão é frequentemente palco de ataques deste tipo, geralmente atribuídos a acertos de contas entre gangues de traficantes rivais. Em 2019, três pessoas foram mortas a tiro num eléctrico em Utrecht.