Portugal
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Agnete, Catherine e a vinha-jardim do futuro

O lado mágico do vinho não industrial é ser algo que depende muito da incerteza, da sorte e do mesmo mistério que se esconde em todas as formas de vida.

Foto

Não há nada mais reconfortante para um produtor do que saber que ninguém fará um vinho igual Adriano Miranda

Agnete Klevstrand chegou no domingo passado. Em trabalho na Suécia, apanhou um avião para Copenhaga e da capital dinamarquesa voou directamente para o Porto. Aqui, meteu-se num autocarro e saiu em Alijó, já de noite. Em Favaios, estávamos a desencubar mais um lagar de vinho tinto, e foi aí que começaram as suas férias de Verão em Portugal, bem longe da sua cidade natal, Oslo, e ainda mais da sua profissão, advogada e, desde há seis anos, também jornalista do jornal norueguês DN, o equivalente na Noruega ao inglês Financial Times.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para [email protected].