Cape Verde
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Presidente do parlamento da CEDEAO reitera compromisso no reforço da democracia representativa na sub-região

O Presidente do Parlamento da CEDEAO, Sidie Mohamed Tunis, reafirmou esta segunda-feira, 20, em Freetown, Serra Leoa, o  empenho da instituição que dirige no reforço da democracia na sub-região. Este compromisso, foi reiterado durante o seu discurso na cerimónia de abertura da Reunião Deslocalizada da Comissão Mista, subordinada ao tema: “Construir o Mercado Regional da Energia para a Transição Energética Justa”.

“O Parlamento da CEDEAO, através das suas reuniões nos Estados Membros, continua a identificar e estabelecer laços mais estreitos com os cidadãos da comunidade da África Ocidental, afirmando-se como um pilar fundamental da na promoção e defesa da democracia representativa na sub-região. A este respeito, o Parlamento da CEDEAO está empenhado em reforçar a democracia representativa na Comunidade e contribuir para a promoção da paz, segurança e estabilidade na sub-região”, afiança Tunis que, a este propósito, felicitou a Nigéria pela forma livre, transparente e democrática, como decorreram as últimas eleições gerais naquele país.

Garantir a transparência

“Tenho o prazer de reafirmar que a organização de eleições livres, transparentes e justas é hoje a forma mais segura de garantir a transferência da soberania inalienável do povo para aqueles que governam. Saúdo, por isso,  o êxito deste exercício democrático e felicito o povo nigeriano pela qualidade da vivência democrática que tem demonstrado”, assevera Sidie Mohamed Tunis considerando que a democracia na Nigéria está consolidada e contribui, sobremaneira, para a credibilidade democrática da região.

O Presidente do Parlamento da CEDEAO aproveitou, ainda, a ocasião para exortar os vencedores das ultimas eleições na Nigéria,  para que sejam magnânimos com a vitória, em prol da felicidade e bem-estar dos seus cidadãos. Ainda em relação àquele país Tunis elogiou, igualmente, a atitude dos que não atingiram os seus objectivos nas eleições de 2023, pela decisão que tomaram em reclamar os resultados, junto do Supremo Tribunal da Justiça.

Tolerância zero

“Isto demonstra a maturidade e coragem democráticas em combater todos os males que afligem a democracia nos nossos países. Assim, reiteramos a posição do Parlamento de tolerância zero para com a violência eleitoral, porque a violência, se não for controlada, poderá ameaçar todo o caminho do progresso e desenvolvimento em direcção à paz e à democracia, na sub-região”, observa Tunis.

Ainda no que concerne ao seu país, Serra Leoa, Sidie Mohamed Tunis, garantiu que o Parlamento da CEDEAO, em concertação com a Comissão da CEDEAO e outras instituições comunitárias, tudo fará para, ao abrigo das suas competências e atribuições, garantir eleições livres, justas e credíveis na Serra Leoa, no próximo mês de Junho deste ano.

PUB