Cape Verde
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Cabo Verde recebeu mais de 835 mil hóspedes em 2022 e ultrapassou os valores de antes da pandemia 

Em 2022, a hotelaria registou mais de 835 mil hóspedes, correspondendo a um acréscimo acentuado de 394,4% face ao ano de 2021, avançou hoje o INE. No ano passado, o país conseguiu mesmo ultrapassar os valores de 2019, ano antes da pandemia, em que Cabo Verde tinha atingido quase os cerca de 820 mil turistas. Em 2022, o Reino Unido voltou a dominar o mercado emissor e a ilha do Sal, teve mais de metade da procura.  

Os dados do INE, relativos à movimentação de hóspedes no país, em 2022, mostram que a hotelaria cabo-verdiana registou mais de 835 mil hóspedes, correspondendo a um acréscimo acentuado de 394,4% face ao ano de 2021 e superando os cerca de quase 820 mil turistas recebidos em 2019, ano antes da contingència pandémica que afectou o sector em todo o mundo.

Os números mostram que em todos os trimestres de 2022, verificaram-se acréscimos nos hóspedes e nas dormidas, face ao ano anterior. O maior acolhimento deu-se no quarto trimestre (Outubro a Dezembro), com 284.611 hóspedes, sendo que nas dormidas o comportamento não foi diferente. O maior valor verificou-se no mesmo trimestre, com 1.328.434 dormidas.

 Hotéis dominam procura

 A análise por tipo de estabelecimentos, revela ainda que os hotéis continuam a ser os alojamentos mais procurados, representando 94,0% do total das entradas. Seguem-se as residenciais, as pensões e os hotéis apartamentos, com cerca de 2,6%, 1,6% e 1,0% das
entradas, respectivamente. 

No que toca às dormidas, os hotéis dominam, igualmente, representando 97,0% do total, as residências 1,2%, pensões 0,9%, e os hotéis apartamentos 0,6%.

A Sal, a mais procurada

O relatório mostra ainda que a ilha do Sal continuou a dominar a procura, com 61,8% do total das entradas, seguida da Boa Vista, com 21,0% e Santiago, com 9,3%. 

Em relação às dormidas, o Sal lidera também com 57,8%, Boa Vista 34,8% e Santiago 3,5%. As restantes ilhas representaram apenas 1,8% das dormidas em 2022.

No que diz respeito ao principal mercado emissor de turistas, em 2022, os turistas do Reino Unido dominaram com 30,9% do total das
entradas, seguidos dos da Alemanha com 11,5%, Países Baixos com 10,5%, Portugal com 10,5% e França com 5,6%. 

Relativamente às dormidas face ao mercado emissor, o Reino Unido lidera, mais uma vez, com 35,3% do total, seguido da Alemanha, com 12,6% e Países Baixos, com 10,5%.

PUB